Osciloscópio: o que é, para que serve e como é utilizado?

O osciloscópio é um instrumento para a visualização, estudo e armazenamento de sinais de tensão. É usado na manutenção de automóveis para ler sinais sonoros, especialmente as vibrações do motor. Está disponível tanto na versão analógica quanto na digital.

Para que um osciloscópio é usado?

Técnicos automotivos e especialistas em eletrônica sempre usam o antiquado multímetro para realizar testes eletrônicos em seus laboratórios. Embora seja uma ferramenta muito eficaz, atualmente não é suficientemente abrangente para atender a todas as exigências atuais do mercado.

Com os avanços da tecnologia, utilizar um osciloscópio de alta qualidade hoje significa economizar tempo e, portanto, dinheiro. Conhecendo o valor do osciloscópio no laboratório, vejamos o básico deste dispositivo, como utilizá-lo e o que procurar no mercado.

Segundo a Oficina Brasil, este instrumento foi originalmente utilizado para o sistema de ignição e, desde a era da eletrônica embarcada, tem sido utilizado como uma ferramenta de diagnóstico para a integridade dos sistemas eletrônicos. Aplicado ao sistema de ignição, o osciloscópio pode diagnosticar falhas no processo de combustão e determinar se as causas residem em uma falha mecânica, no conteúdo da mistura ou no próprio sistema.

Esta ferramenta abre, portanto, novas perspectivas para o usuário e oferece maiores possibilidades para o diagnóstico preciso dos problemas de tráfego. O diagnóstico prognóstico também pode ser usado para prever possíveis falhas.

Recentemente, foram desenvolvidos transdutores para converter outras variações físicas, tais como temperatura, pressão, vácuo e corrente, em variações de tensão. Estes podem ser exibidos na tela do osciloscópio através do oscilograma.

Pode-se dizer, portanto, que o osciloscópio se tornou uma ferramenta indispensável no laboratório. Os sensores e atuadores nos carros novos são equipados com um sinal PWM na fábrica. Este é um sinal de baixa freqüência, para o qual a famosa caneta de polaridade não pode ser usada no momento, pois nos dá apenas um pequeno feedback. A falta de atenção pode levar a falhas nos componentes ou mesmo na ECU (unidade de controle eletrônico do veículo), resultando em altos custos de reparo.

Para realizar esta tarefa, Segundo o especialista Keven Madalozzo é necessário ter conhecimentos para fazer as leituras de diagnostico nos circuítos dos veículos. Os limites da indicação, para que possamos estudar os resultados obtidos com o dispositivo. Estas informações podem ser encontradas nos manuais Simplo, que contêm informações confidenciais vindas diretamente dos desenvolvedores e testadas antes de os manuais serem escritos.

Veja isso:

7 impactos da comunicação digital empresarial

A Transformação Digital sobre as pessoas

A Busca pela IA cresce, porém a Inteligência humana é mas maleável

O que é o osciloscópio para automóveis?

O osciloscópio não é uma invenção existente. Em 1897, o físico alemão Ferdinand Braun iniciou as primeiras experiências com o dispositivo, propondo o uso de flashes de raios catódicos para visualizar os fenômenos elétricos. O osciloscópio foi originalmente desenvolvido para este fim, mas também podia examinar sinais sonoros, luz modulada, movimento e muito mais.

Com a evolução da tecnologia, os osciloscópios se tornaram cada vez mais onipresentes e disponíveis para o público. Os osciloscópios analógicos, por exemplo, podem exibir sinais com freqüências que vão desde frações de hertz, como o batimento cardíaco humano, até sinais de várias centenas de megahertz (MHz), como os de transmissores de rádio, sistemas de comunicação sem fio e similares.

Entretanto, os osciloscópios digitais podem fazer muito mais do que apenas registrar sinais. Eles armazenam os dados registrados em uma nuvem, emulam objetos (voltímetros) e enviam mensagens para um computador.

Como funciona um osciloscópio?

Um osciloscópio é um dispositivo para observar variações de forma de onda em uma tela e/ou monitor, também conhecido como um osciloscópio. No caso de osciloscópios digitais, um monitor de computador pode ser usado. Isto torna possível verificar as formas de onda dos sinais enviados pelos circuitos eletrônicos em teste.

Um osciloscópio analógico utiliza um tubo de raios catódicos (CRT). É um dispositivo autônomo alimentado pela rede elétrica. Os osciloscópios digitais, por outro lado, transmitem dados virtualmente porque estão conectados a um computador.

Alguns modelos digitais não exigem nem mesmo uma conexão física, apenas uma conexão sem fio. A digitalização permite melhorar certas características do sinal: elas podem ser armazenadas ou registradas para análise posterior; elas podem ser complementadas com informações adicionais como tensão máxima, freqüência, etc. As formas de onda também podem ser importadas para a nuvem via Internet e disponibilizadas para outros usuários como base de teste.

Como você usa um osciloscópio?

Você adquiriu o equipamento e está usando-o pela primeira vez em seu laboratório. Como você usa o osciloscópio?

Não basta ter apenas um osciloscópio, é necessário ser um profissional ou fazer o treinamento oscilando  para fazer as leituras dos gráficos. O número de fontes disponíveis pode variar de um osciloscópio para outro. Dependendo do instrumento e da marca, os controles podem ser desenvolvidos utilizando interruptores rotativos, potenciômetros e botões. Para entender alguns desses parâmetros, usaremos como ponto de partida alguns dos principais controles de um osciloscópio comum.

Montagem do osciloscópio

O feixe de elétrons deve ser direcionado para o menor ponto possível na tela do escopo (ver figura abaixo). Com este ajuste, a rolagem horizontal é desativada, nenhum sinal é exibido e os ajustes são feitos através do potenciômetro do painel de controle.

Luminosidade

Para ajustar o brilho da tela, está disponível um controle que é muito semelhante a um aparelho de televisão. O botão de ajuste de brilho está normalmente localizado ao lado do botão de ajuste de foco.

Controlado por

O controle de posicionamento pode ser usado para centralizar a imagem na tela. Ao controlar a posição da linha vertical, a linha horizontal traçada na tela é movida para cima ou para baixo. Da mesma forma, o cursor vertical pode ser usado para mover o traço gerado pelo osciloscópio para cima e para baixo na tela.

Ondas

Com os parâmetros Vertical e Horizontal, você pode posicionar o traço ou o ponto de partida da imagem na tela. Isto é importante porque ao utilizar um osciloscópio com dois ou mais canais, as ondas exibidas não mais se sobrepõem.

Osciloscópio digital

O uso de um osciloscópio digital é ligeiramente diferente. Mesmo com tecnologia mais avançada, os princípios básicos permanecem os mesmos: eles convertem a intensidade analógica do sinal observado em informação digital que é processada e exibida em um monitor ou computador.

As partículas na tela atuam como réguas e são utilizadas para indicar a freqüência, período, intensidade, nível e outras características do sinal. Desta forma, a resistência do elemento pode ser medida com precisão.

Nos laboratórios, os osciloscópios são usados para visualizar as formas de onda do circuito e detectar as transições. Em outras palavras, é possível ver o funcionamento do conversor ou atuador, amplitude, freqüência e fase.

Para profissionais do setor automotivo, recomenda-se um instrumento digital. As larguras de banda variam de 20 MHz a 100 MHz ou com um banco de dados em tempo real baseado em nuvem, projetado especificamente para a indústria automotiva.

Manual + osciloscópio

No manual você encontrará regras sobre como visualizar os sinais elétricos de um osciloscópio usando diagramas e formas de onda. O manual também explica como usar o osciloscópio para reparar diferentes marcas e modelos de automóveis: veja o manual do osciloscópio.

O manual do osciloscópio é nosso próprio produto e é continuamente atualizado para fornecer informações adicionais. Por exemplo, na página “Manuais” de nosso portal web, você pode ver em tempo real o número de modelos e montagens atualmente em nossa coleção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.